Oposição boicotará eleição presidencial

A oposição libanesa pró-Síria pretende boicotar a sessão parlamentar de hoje para a eleição de um novo chefe de Estado, por causa da falta de um acordo com a maioria governista sobre um candidato de consenso, disseram fontes opositoras. O boicote significa que o Parlamento não terá o quórum de dois terços necessário para eleger um sucessor para o presidente Emile Lahoud, cujo mandato termina hoje. A coalizão anti-Síria diz que irá à sessão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.