Oposição boicotará referendo de Musharraf

Uma aliança de partidos políticos decidiu hoje boicotar um referendo convocado para estender o mandato do presidente Pervez Musharraf para além das eleições parlamentares, programadas para marcar o retorno da nação ao regime civil. A Aliança para a Restauração da Democracia, formada por 15 partidos e que inclui as duas principais agremiações do país, acusou Musharraf de usar meios "inconstitucionais" para permanecer no poder."Nós usaremos meios pacíficos" para fazer oposição ao referendo de maio, disse o chefe da aliança, Nawabzada Nasrula Jan, em entrevista coletiva de imprensa em Islamabad.Musharraf, um aliado-chave na guerra dos Estados Unidos contra o terrorismo, anunciou o referendo na quinta-feira, durante um discurso em rede nacional de televisão. O referendo estabelecerá o controle de Musharraf em antecipação às eleições de outubro para as duas casas do Parlamento, que, de acordo com a constituição paquistanesa, elegem o presidente."Musharraf está tentando demonstrar que ele é indispensável, mas não o é", disse Jan.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.