Oposição boliviana assina acordo para negociar com Evo

O governador do Departamento (Estado) de Tarija, Mario Cossío, assinou ontem à noite em nome de todos os opositores um acordo de princípios para conversações formais com o governo do presidente Evo Morales, apesar da prisão do governador de Pando. O acordo foi assinado em uma igreja de Santa Cruz e entregue ao cardeal Júlio Terrazas, que o encaminharia ao governo central. O governador de Santa Cruz, Rubén Costas, estava presente, mas não ficou claro se ele também assinou o documento negociado nos últimos dias com o vice-presidente Álvaro García Linera. O governo também assinou o acordo separadamente. As conversações devem começar amanhã em Cochabamba e tratar de todas as questões da disputa entre a oposição e La Paz.Costas, o mais radical dos governadores de oposição, defendeu o diálogo como único meio para solucionar a crise na Bolívia e acusou o governo de "buscar pretextos para provocar mais luto entre os bolivianos". As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.