Oposição britânica supera partido de Blair em pesquisa

O Partido Conservador britânico, principal da oposição ao governo do primeiro-ministro Tony Blair, superou pela primeira vez em muitos anos os trabalhistas na preferência dos britânicos, segundo resultados de uma pesquisa publicada em Londres. A pesquisa, realizada pelo Instituto YouGov para o jornal Daily Telegraph, deu aos conservadores 37% das preferências, dois pontos a mais que os trabalhistas, enquanto os liberais-democratas (também na oposição) alcançaram 21% de aprovação.Em relação a uma sondagem anterior, realizada em maio, o apoio aos conservadores aumentou um ponto porcentual. O respaldo aos trabalhistas desceu dois pontos.A pesquisa do Telegraph, com 2.288 pessoas entrevistadas entre terça e quinta-feira, é outra pedra no sapato de Blair, que já se encontra em dificuldades devido à repercussão negativa da invasão anglo-americana ao Iraque e à acusação de que teria manipulado relatórios sobre as supostas armas de destruição em massa do ex-ditador iraquiano, Saddam Hussein.A sondagem também mostrou que a popularidade pessoal de Blair caiu para 34%. Em maio, a taxa era de 38%, e, em abril, de 42%. Blair era aprovado por 52% da população quando foi reeleito, em 2001. Mesmo assim o premier goza de maior popularidade que o líder dos conservadores, Ian Smith, que tem 21% de simpatia da população britânica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.