Oposição critica ameaça do governo

O porta-voz da coligação esquerdista opositora Concertación, Osvaldo Andrade, disse ontem que o uso da Lei de Segurança Interna contra os protestos pela alta dos preços do gás foi a medida mais "insólita" do atual governo. Ignacio Walke, presidente do Partido Democrata Cristão, também de oposição, afirmou que a aplicação da lei mostra a incapacidade do Executivo de negociar e governar - preferindo usar a força a discutir o problema. / EFE

, O Estado de S.Paulo

18 de janeiro de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.