Oposição da Geórgia anuncia candidato único

Mikhail Saakashvili, o líder dos protestos que culminaram com a renúncia do presidente Eduard Shevardnadze, será o candidato único da oposição na eleição presidencial de janeiro, anunciou a presidente interina da Geórgia. "Vamos participar das eleições presidenciais e parlamentares como um bloco unido", disse Nino Burdzhahadze, tendo a seu lado Saakashvili e outro líder oposicionista, Zurab Zhvaniya. "Temos certeza da vitória na votação presidencial", acrescentou.Saakashvili afirmou que Burdzhanadze, presidente do Parlamento eleito em 1999, encabeçará a lista da oposição nas eleições parlamentares, e que a coalizão trabalhará para melhorar a vida do empobrecido país. A nação caucasiana de 4,9 milhões de habitantes, dividida em facções étnicas e regionais, enfrenta o desafio de promover eleições limpas apenas semanas depois de uma votação marcada pela fraude. A comunidade internacional doou US$ 3,4 milhões para apoiar a eleição de 2 de novembro na Geórgia, que precisará recorrer novamente à ajuda externa para a nova votação. Saakashvili prometeu que a eleição será transparente, e disse que saudará a chegada de novos candidatos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.