Oposição denuncia massacre de Assad

Um ataque de artilharia das Forças de Bashar Assad na Síria matou mais de 90 pessoas na sexta-feira, incluindo dezenas de crianças, no pior ato de violência desde o início de um plano de paz da ONU, de acordo com fontes da oposição. Corpos ensanguentados aparecem em vídeo colocado no YouTube com a intenção de mostrar as vítimas do ataque de Houla, no centro do país.

O Estado de S.Paulo

27 de maio de 2012 | 03h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.