Oposição e polícia voltam a entrar em choque no Irã

Manifestações foram reprimidas em Teerã; mais protestos são esperados no domingo.

BBC Brasil, BBC

26 de dezembro de 2009 | 22h18

Forças de segurança iranianas voltaram neste sábado a entrar em confronto com oposicionistas na capital do país, Teerã.

De acordo com testemunhas, a polícia usou bombas de gás lacrimogêneo para dispersar manifestantes no norte da cidade, depois que simpatizantes pró-governo interromperam um discurso de um dos principais líderes de oposição do país, o ex-presidente Mohammed Khatami.

Sites de oposição disseram que as forças do governo bateram em manifestantes e destruíram para-brisas nas regiões central e sul de Teerã.

O Irã vem sendo palco de manifestações diárias desde o sábado passado, quando morreu o aiatolá Hoseyn Ali Montazeri, um dos principais clérigos dissidentes do país.

De acordo com o repórter da BBC especializado em assuntos iranianos Jon Leyne, existe a expectativa de que protestos ainda maiores ocorram neste domingo, em virtude do feriado religioso da Ashura.

Os oposicionistas acusam o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, de ter sido reeleito em junho eleições fraudulentas, o que presidente nega.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.