Oposição faz apelo a líderes religiosos

Líderes da oposição no Irã apelaram a autoridades religiosas na cidade santa de Qom para pressionar o regime islâmico a libertar ativistas que dizem ter sido torturados no último mês, após a disputa pela eleição presidencial. A oposição espera que o pedido ao clero permita um efetivo contrapeso ao supremo líder do Irã, aiatolá Ali Khamenei, que tem rejeitado as reclamações da oposição sobre fraude na eleição de 12 de junho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.