Oposição iraquiana quer o poder logo após a guerra

Altos líderes da oposição iraquiana disseram ter convencido os EUA de que são capazes de assumir o governo do país imediatamente após a queda de Saddam Hussein, eliminando a necessidade de uma administração militar americana. Os opositores de Saddam disseram que iriam acertar os detalhes da administração temporária com o enviado especial dos Estados Unidos, Zalmay Khalilzad, que chegou hoje à capital da Turquia.A reunião ocorre no momento em que o presidente dos EUA, George W. Bush, dá a Saddam Hussein um ultimato final, de abandonar o país ou enfrentar uma invasão. Bush pretende fazer um pronunciamento ao povo americano nesta noite, para explicar a decisão. Ahmed Chalabi, líder do Congresso Nacional Iraquiano, um grupo que reúne diversos setores da oposição, disse que os americanos ouviram as exigências dos grupos contrários a Saddam e agiram de acordo.?A visão, agora, é que iraquianos estarão envolvidos diretamente no governo do Iraque?, disse Chalabi. ?Eles Não estão mais falando em administração militar por dois anos?.Khalilzad, por sua vez, havia dito que a administração temporária do Iraque seria uma das questões a discutir em Ancara, com os líderes da oposição. Ele disse aos repórteres que a nova administração estaria pronta ?o quanto antes, após a libertação?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.