Oposição líbia avança e domina cidade a 80 km de Trípoli

Ao sul da capital, Bir al-Ghaman será nova base da ofensiva contra reduto de Kadafi, dizem rebeldes de Benghazi

, O Estado de S.Paulo

09 de agosto de 2011 | 00h00

TRÍPOLI

Em uma de suas maiores vitórias em seis meses de combate contra forças do ditador Muamar Kadafi, opositores líbios tomaram ontem o controle da cidade de Bir al-Ghanam, menos de 80 km ao sul de Trípoli. Agora a vila é o ponto sob controle rebelde mais próximo da capital, reduto do regime.

Os insurgentes prometem usar Bir al-Ghanam como base de uma nova ofensiva rumo a Trípoli, mas reconhecem que a ofensiva deverá sofrer uma dura resistência das tropas leais a Kadafi.

Apoiada pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), a oposição líbia tenta depor o regime vigente há mais de três décadas. No entanto, a campanha militar vem se arrastando desde janeiro e não há sinais de que Kadafi esteja disposto a entregar o poder.

A ditadura líbia controla a região da capital, enquanto rebeldes - concentrados em Benghazi - têm poder sobre o leste e centro do país.

Desde junho a oposição tentava sem sucesso avançar sobre Bir al-Ghanam, acampada na entrada da cidade. Ontem, aparentemente por causa do forte apoio aéreo da Otan, os rebeldes conseguiram desalojar as forças de Kadafi.

Segundo disse ontem o comando rebelde de Benghazi, o próximo alvo será Zawiya, também no oeste do país, onde já houve dois levantes contra o ditador. As duas rebeliões foram esmagadas por blindados e franco-atiradores leais a Kadafi. / REUTERS

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.