Oposição lidera disputa por Legislativo na Indonésia

O maior partido de oposição da Indonésia lidera as eleições legislativas desta quarta-feira, segundo resultados preliminares. O Partido Democrático de Luta da Indonésia, conhecido como PDI-P, havia recebido até o momento cerca de 20% dos votos. Candidato da sigla à Presidência, o governador de Jacarta, Joko Widodo, conhecido como Jokowi, é visto agora como favorito para a eleição presidencial, marcada para 9 de julho.

AE, Agência Estado

09 de abril de 2014 | 12h10

Cerca de 200 mil candidatos de 12 partidos disputavam quase 20 mil cargos nas eleições desta quarta-feira. Para um lugar na Câmara dos Representantes, que tem 560 assentos, concorriam 6.607 candidatos. Outros 945 disputavam um posto de representação regional no Senado. O restante dos candidatos concorria aos conselhos provinciais e locais.

De acordo com levantamento de contagem rápida por amostras feito pelo respeitado instituto Survey Circle, de Jacarta, usando amostras aleatórias de 2 mil locais de votação em todas as 33 províncias do país, o partido Golkar deve aparecer em segundo lugar, com cerca de 15% dos votos, seguido pelo partido Movimento Grande Indonésia (Gerindra), com 12%.

Os partidos precisam assegurar 20% dos assentos na Câmara ou 25% do total de votos para indicar um candidato para a disputa pela Presidência. Se isso não ocorrer, é possível a formação de uma coalização com um ou mais partidos. Os resultados oficiais da eleição de hoje serão anunciados no próximo mês. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.