Oposição pede que Cruz Vermelha localize mulher de Chávez

Um líder da oposição venezuelana pediu hoje à Cruz Vermelha que determine o paradeiro da mulher do presidente Hugo Chávez, Marisabel Rodríguez, e dos dois filhos do casal, a pedido de ?gente próxima? da primeira-dama que diz ?desconhecer, já há alguns dias, sua situação e localização?. ?Não digo que esteja desaparecida; há preocupação de gente próxima à primeira-dama que não sabem dela e dos dois filhos nos últimos dias?, declarou o deputado Timoteo Zambrano, da oposição, encarregado de promover gestões junto à Cruz Vermelha venezuelana. Zambrano argumenta que a instituição, por sua experiência em questões humanitárias, ?pode ajudar a conhecer qual a situação de Marisabel e dos filhos Rosinés e Raúl. ?Os médicos devem dizer se estão bem?, pediu Zambrano, um dos negociadores da oposição na mesa de conversações com o governo, moderada pela Organização dos Estados Americanos (OEA).O presidente da Cruz Vermelha na Venezuela, o médico MarioVillarroel, se propôs a fazer ?todo o necessário? para determinar, o quanto antes, o paradeiro da família presidencial. Marisabel está em processo de divorciar-se de Chávez, de quem se separou de fato em agosto. Ela vive desde então na cidade de Barquisimeto, 350 km a oeste de Caracas, com os filhos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.