Oposição promete novos protestos para derrubar premiê tailandesa

Suthep Thaugsuba diz que anúncio do governo de não reprimir atos é 'vitória parcial'

O Estado de S. Paulo,

03 de dezembro de 2013 | 07h40

 

 BANGCOC  - O líder dos protestos contra o governo da Tailândia, Suthep Thaugsuba, disse nesta terça-feira,3,  que vai continuar a luta para derrubar a primeira-ministra Yingluck Shinawatra, apesar da decisão anunciada pelo governo de não enfrentar mais os manifestantes.

"Hoje nós conseguimos uma vitória parcial, mas vamos lutar até o fim do regime Thaksin", disse Thaugsuba em discurso a manifestantes, em referência ao influente irmão de Yingluck, o ex-premiê Thaksin Shinwatra.

Mais cedo nesta terça, o governo determinou que a polícia pare de enfrentar os manifestantes e deixe que eles ocupem prédios públicos, numa tentativa de encerrar vários dias seguidos de confrontos em Bangcoc, em que cinco pessoas morreram.

Tudo o que sabemos sobre:
Tailândia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.