Oposição quer forças de paz durante 2.º turno

O oposicionista Morgan Tsvangirai, do Movimento pela Mudança Democrática, pediu ontem que países da África enviem forças de paz para o segundo turno da eleição presidencial do Zimbábue, cuja data ainda será definida pela Comissão Eleitoral. O objetivo é evitar que atos de violência do governo intimidem os eleitores. A oposição acusa o presidente do país, Robert Mugabe - no poder desde 1980 -, de ter fraudado os resultados da votação realizada em 29 de março.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.