Oposição rechaça plano de negociação de Assad

A oposição síria "tolerada" rechaçou a proposta de diálogo feita no domingo pelo ditador Bashar Assad. À frente do Comitê de Coordenação para a Mudança Nacional e Democrática, Hasan Abdel Azim disse que só negociará após o fim da violência, a libertação dos presos e a garantia de que a ajuda humanitária chegará às áreas afetadas. Os opositores querem a mediação do enviado da ONU para a Síria, Lakhdar Brahimi.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.