Oposição rejeita oferta de participar de Governo

Os três maiores partidos da oposição na Tailândia rejeitaram hoje a oferta do primeiro-ministro, Thaksin Shinawatra, de inclui-los no Governo caso ganhe as eleições legislativas de 2 de abril.A recusa ocorre enquanto prosseguem os protestos dos grupos civis que pedem a renúncia de Shinawatra, a quem acusam de corrupção, abuso de poder e nepotismo."A oposição não vai jogar o jogo de Thaksin. Sua proposta de formar um Governo nacional é só um estratagema política", afirmou Somsak Prisana-Anantakul, vice-secretário-geral do Partido Chart Thai (Nação Tailandesa).O Chart Thai e os partidos Democrata e Mahachon mantêm sua decisão de boicotar as eleições e compartilham com os grupos civis a proposta de que o rei Bhumibol Adulyadej intervenha para resolver a crise política.Shinawatra, ex-oficial de Polícia e multimilionário transformado em político, fez sua oferta no domingo, depois que cerca de 30.000 pessoas se manifestaram pelas ruas de Bangcoc pelo terceiro dia consecutivo para reivindicar sua renúncia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.