Oposição rejeita resultado de eleição em Uganda

A comissão eleitoral de Uganda afirmou que o atual presidente do país, Yoweri Museveni, recebeu 68% dos votos na eleição presidencial e conquistou um novo mandato, mas seu concorrente, Kizza Besigye, considerou o resultado uma fraude. "Estes resultados foram predeterminados e não podemos aceitá-los", disse Besigye, que recebeu 26% dos votos, segundo a comissão eleitoral. "Se este de fato é um governo popular, por que colocaria os militares nas ruas com veículos blindados e helicópteros no dia da votação?"

AE, Agência Estado

20 de fevereiro de 2011 | 11h44

A missão de acompanhamento eleitoral da União Europeia à Uganda divulgou separadamente que o processo eleitoral no país foi minado por falhas administrativas e logísticas que impediram o acesso de um número inaceitável de cidadãos ao voto.

Durante a campanha, a oposição disse que organizaria protestos caso o resultado da eleição desse a vitória a Museveni. As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Ugandaeleição

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.