Oposição sai na frente na corrida presidencial australiana

O Partido Trabalhista é o mais popular na batalha eleitoral deste ano na Austrália. Pela primeira vez em 14 anos, a oposição levou a preferência do eleitorado australiano, de acordo com uma pesquisa divulgada nesta terça-feira, 6. O primeiro ministro, John Howard´s, de centro-direita tem 43% das intenções de voto, contra 57% do líder do Partido Trabalhista, Kevin Rudd. De acordo com analistas políticos daquele país, o candidato trabalhista assumiu a dianteira na corrida presidencial porque prometeu trazer de volta as tropas australianas enviadas ao Iraque. A Austrália tem 1.400 soldados na região do Iraque. Howard, que é o candidato de centro-direita à reeleição, obteve uma vitória convincente nas últimas eleições de 2004, a partir da intenção de manter as tropas no Iraque pelo tempo que fosse preciso. Na semana passada, o governo começou a disparar contra a credibilidade de Kevin Rudd, líder do Partido Trabalhista, até então uma esperança entre o eleitorado desde dezembro de 2006. Rudd acusa o governo de estar promovendo uma campanha contra o seu partido, por estar em desvantagem nas pesquisas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.