Oposição síria pede que Congresso dos EUA dê aval

A oposição síria pediu que o Congresso dos Estados Unidos aprove o ataque militar contra o regime do presidente Bashar al-Assad. Em nota, a Coalizão Nacional da Síria, principal aliança da oposição, reforçou as acusações de uso de armas químicas pelo governo e pediu que os parlamentares norte-americanos punam este tipo de atitude.

AE-AP, Agência Estado

01 Setembro 2013 | 12h49

"Ditaduras como a do Irã e a da Coreia do Norte estão olhando de perto para saber como o mundo livre responde ao uso de armas químicas", diz a oposição. "Se o mundo livre falhar em responder a esse tipo de violação das normas internacionais, ditadores pelo mundo serão encorajados a seguir o exemplo de Assad", continua a nota emitida em Istambul, na Turquia.

A oposição ainda pede que o ataque dos Estados Unidos seja acompanhado pelo envio de armas aos rebeldes. "Durante os últimos dois anos e meio, o mundo democrático ofereceu apenas suas condolências e promessas enquanto o regime de Assad, apoiado por Irã e Rússia, esteve ocupado matando as esperanças democráticas", afirma o texto. "A coalizão acredita que qualquer ação militar deve ser acompanhada de um esforço para armar o Exército Livre da Síria, isso será vital para acabar com as mortes e o caos que Assad quer espalhar pela região", conclui. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
oposiçãosíriaataque militar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.