Oposição taiuanesa volta a protestar para pressionar o governo

A oposição taiuanesa voltou a protestarhoje para manter a pressão sobre o governo do país,duas semanas depois de uma conturbada eleição presidencial. Cerca de 15.000 pessoas saíram às ruas de Taipé para exigir arecontagem dos votos das contestadas eleições de 20 de março,vencidas pelo presidente Chen Chui-bian por apenas 0,2 pontoporcentual de vantagem sobre seu principal rival, Lien Chan. O governo já aceitou a recontagem, mas situação e oposiçãoainda divergem sobre os procedimentos e métodos do processo. Também neste sábado, Chen cancelou sua primeira viagem parafora da capital desde a eleição, realizada um dia depois de ummisterioso atentado que deixou o presidente levemente ferido etambém foi usado pela oposição para levantar suspeitas deirregularidades. O gabinete de Chen disse que fortes chuvas forçaram ocancelamento de uma visita do presidente a Kuantien para prestarhomenagens a seus ancestrais em templos da região. Chen também planejava visitar Tainan, uma cidade no sul dopaís onde ocorreu o atentado contra ele. Apesar disso, Chen nãodeveria visitar o local onde foi baleado ao lado de sua vice,Annette Lu, que também ficou levemente ferida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.