Oposição ucraniana abandona negociação com o governo

Seguidores do líder da oposição na Ucrânia, Viktor Yushchenko, abandonaram as negociações com o primeiro-ministro, Viktor Yanukovych, vencedor oficial da eleição presidencial da semana passada. O resultado do pleito é contestado, por conta de denúncias de fraude. O chefe de campanha de Yushchenko, Oleksandr Zinchenko, acusou o governo de tentar ganhar tempo nas conversações, iniciadas graças à intermediação da União Européia.Zinchenko fez suas declarações depois de parlamentares da situação terem impedido a aprovação de um voto de desconfiança ao governo. O Parlamento em seguida tentou revogar a resolução que declarava inválida a eleição vencida por Yanukovych. A iniciativa enfureceu manifestantes leais à oposição, que tentaram invadir a sede do Parlamento. Yushchenko e o presidente do Legislativo, Volodymyr Lytvyn, discursaram para os manifestantes, tentando acalmá-los. Lytvyn adiou a sessão parlamentar e prometeu que a resolução sobre a nukidade do pleito de 21 de novembro não será cancelada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.