Oposição vence eleições em Serra Leoa

O novo presidente, eleito com 55% dos votos, promete reduzir corrupção e desemprego

Agência Estado e Associated Press,

17 de setembro de 2007 | 19h42

O líder da oposição Ernest Bai Koroma, de 54 anos, foi eleito, nesta segunda-feira, presidente de Serra Leoa. Ele obteve 55% dos 1,7 milhão de votos contados, enquanto seu concorrente, o candidato do governo Solomon Berewa, ficou com 45%, afirmou Christiana Thorpe, diretora da comissão eleitoral de Serra Leoa. A eleição presidencial foi a primeira realizada no país desde a retirada dos enviados de paz da ONU, há dois anos.   "Meu governo não economizará esforços em ter zero de tolerância com a corrupção e com a má administração das reservas do país. Nós sabemos o quanto são altas as suas expectativas e que vocês sofreram por muito tempo," disse Koroma à multidão de partidários, militares e funcionários.   Os dois partidos reclamaram de fraude eleitoral e da forma como a votação foi conduzida em algumas zonas, mas observadores internacionais afirmaram que não houve problemas que pudessem invalidar as eleições. Koroma venceu o primeiro turno, em 11 de agosto, com 44% dos votos.   A eleição era vista como crucial para demonstrar que Serra Leoa conseguira emergir do caos depois uma guerra civil encerrada em 2002. Dezenas de milhares de pessoas perderam a vida em cerca de uma década de conflito. A paz foi restabelecida com a ajuda da ONU em 2002, mas muitos permaneceram pobres e desempregados.

Tudo o que sabemos sobre:
Serra Leoaeleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.