Luisa gonzales/Reuters
Luisa gonzales/Reuters

Oposição vence nas três principais cidades da Colômbia

Eleições regionais realizadas neste domingo, 27, apontam vitória de oposicionistas do presidente Iván Duque

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de outubro de 2019 | 21h03

BOGOTÁ - A oposição ao presidente da Colômbia, Iván Duque, saiu vencedora nas eleições locais que ocorreram neste domingo, 27, nas três principais cidades do país: a capital Bogotá, Medelín e Cali. Em Bogotá, a ex-senadora Claudia López, do partido Alianza Verde, aparecia com 35,26% dos votos com 95% das urnas apuradas, batendo o candidato independente Carlos Fernando Galán, que alcançava 32,51%. 

Já em Medelín, bastião do uribismo - movimento político liderado pelo ex-presidente Álvaro Uribe, aliado de Duque - o independente Daniel Quintero Calle aparece na frente de Alfredo Ramos, do Centro Democrático, considerado pelas pesquisas como favorito. Em Cali, a terceira maior cidade da Colômbia, o ex-prefeito Jorge Iván Ospina, do Alianza Verde, bate o ex-congressista liberal Roberto Ortiz com 37,87% dos votos, contra 24,58% do adversário, com 54% das urnas apuradas.

Primeira mulher prefeita em Bogotá

A ex-senadora Claudia López é a prefeita virtualmente eleita na capital da Colômbia, Bogotá, tornando-se a primeira mulher a chegar ao seungo cargo mais importante do país pela via das urnas, segundo a Registraduría Nacional, órgão do governo que organiza as eleições.

O resultado reflete uma tendência que se tem mantido ao longo do escrutínio e contradiz as pesquisas do último mês, que apontavam Galán como vencedor, ainda que em uma situação de empate técnico com López em algumas delas. 

O terceiro lugar de Hollman Morris, afilhado político do ex-candidato presidencial Gustavo Petro e candidato de uma aliança de partidos de esquerda, com 416.438 votos, equivalentes a 13,92%, também é uma surpresa, já que desbanca o governista Miguel Uribe Turbay, da aliança de direita Avancemos, que recebeu 406.166 votos (13,57%).

Em Medelín, com 67,9% das urnas apuradas, Quintero Calle aparecia com 204.236 votos, que representam 38,54% dos votos, enquanto Ramos, apoiado pelo ex-presidente e senador Álvaro Uribe, alcançava 160.707 votos./EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.