Oposição venezuelana convoca "Tomada de Caracas"

Os principais grupos opositores, empresariais e sindicais da Venezuela anunciaram nesta quinta-feira que realizarão em 10 de outubro uma "grande marcha" pela capital Caracas para protestar contra o governo do presidente Hugo Chávez. As manifestações organizadas pela oposição e a possível convocação de uma greve geral, avaliada pelo empresariado, agravaram a tensa situação vivida pelo país, após o fracasso de um golpe de Estado contra Chávez em abril.O congressista e porta-voz do grupo, Andrés Velásquez, disse que a Coordenadoria Democrática, coalizão de partidos opositores e a Federação de Câmaras da Venezuela (Fedecámaras) apoiarão a marcha, denominada "Tomada de Caracas", convocada pela Confederação de Trabalhadores da Venezuela (CTV).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.