Oposição venezuelana vence eleição para substituir prefeitos presos

Opositores que comandavam San Cristóbal e San Diego foram destituídos de seus cargos em março

O Estado de S. Paulo,

26 Maio 2014 | 01h32

  Prefeita eleita de San Cristóbal, Patricia Gutiérrez vota em colégio eleitoral. Foto: Carlos Eduardo Ramirez / Reuters  

 

CARACAS - Rosa Brandonisio e Patricia Gutiérrez, esposas de prefeitos presos e destituídos em março deste ano, venceram as eleições municipais de San Diego e San Cristóbal, respectivamente. Segundo números do Conselho Eleitoral Nacional da Venezuela, Brandonisio, casada com Enzo Scarano, venceu com 87,68% dos votos, enquanto Gutiérrez, esposa de Daniel Ceballos, foi eleita com uma aprovação de 73,62%.

Nos últimos meses, as duas cidades foram marcadas por violentos protestos contra o governo de Nicolás Maduro. As vitórias das duas esposas não causaram surpresa, já que nos comícios municipais de dezembro Ceballos e Scarano venceram por ampla maioria.   Os dois foram presos e destituídos de seus cargos em março. Na época, o Tribunal Supremo de Justiça alegou que ambos desacataram uma ordem judicial que exigia o desmonte de barricadas em seus municípios.

No domingo, Maduro afirmou que reconheceria os candidatos que ganhassem as eleições, acrescentando que "se voltarem os loucos e começarem a queimar o município, outra vez as autoridades atuarão". O presidente também disse que nos próximos dias apresentará ao país provas de um suposto plano para um golpe de estado, que estaria sendo preparado por "empresários e políticos de direita". / AP

Mais conteúdo sobre:
Venezuela: Crise na Venezuela

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.