Oposição xiita nega revolta em Basra

As principal forças de oposição xiita iraquiana disseram hoje à agência Ansa que na cidade de Basra só há protestos causados por falta de água e eletricidade, negando a versão americana que há uma revolta da população civil contra as forças da Guarda Republicana.O Iraque já havia desmentiu a informação e um correspondente da rede de televisão Al-Jazira em Basra disse que a situação na cidade era calma, sem qualquer rebelião.Mais cedo, o ministro da Defesa britânico, Geoff Hoon, disse que forças iraquianas dispararam sobre a população em Basra, no sul doIraque, para abafar uma insurreição. "Sabemos que milicianos (iraquianos) tentaram atacar o seu próprio povo.Temos informações sobre isso provenientes de várias fontes", disse Geoff Hoon à rádio BBC.Vários correspondentes de guerra, citando fontes dos serviços de informação britânicos, haviam anunciado na terça-feira que as forças iraquianas dispararam morteiros contra a população de Bassorá, para esmagar uma tentativa delevante. Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.