Opositor acusa Chávez de perseguição

O candidato da oposição venezuelana ao governo do Estado de Miranda, Henrique Capriles, acusou ontem o governo Chávez de persegui-lo eleitoralmente ao reabrir um caso já resolvido pela Justiça há dois anos. Ele foi acusado de participar de distúrbios em frente da Embaixada de Cuba em 2002 e já tinha sido inocentado antes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.