Opositor acusa príncipe do Bahrein de tortura

Um manifestante da oposição do Bahrein está tentando derrubar a imunidade a acusações do príncipe Nasser bin Hamad Al Khalifa, a quem ele acusa de envolvimento na tortura de prisioneiros no país.

AE, Agência Estado

12 Maio 2014 | 17h21

O caso foi lançado nos tribunais britânicos em 2012, mas a ordem de um juiz barrou a identificação tanto do réu como do reclamante. Na última sexta-feira, porém, a Alta Corte decidiu que o príncipe Nasser poderia ser nomeado.

O reclamante, ainda anônimo, ganhou o direito de contestar a determinação dos promotores britânicos de que o príncipe tem imunidade estatal a acusações. Nesta segunda-feira, os advogados do requerente informaram que o caso deverá ser tratado ainda este ano.

Dezenas de pessoas foram mortas desde fevereiro de 2011, quando a maioria xiita do Bahrein iniciou protestos pedindo mais voz política no país, que vive sob o comando de uma monarquia sunita. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.