Opositor de Chávez registra candidatura à presidência

Centenas de venezuelanos marcharam nas ruas de Caracas, capital da Venezuela, neste domingo para mostrar apoio ao candidato de oposição, Henrique Capriles, que pretende disputar a presidência do país com Hugo Chávez. "Estou feliz por andar estes dez quilômetros de alegria, esperança, vida e fé", disse Capriles ao liderar a maior manifestação de sua campanha para retirar Chávez do poder. A peregrinação terminou na sede do Conselho Eleitoral Nacional, onde Capriles registrou sua candidatura para as eleições em outubro.

EQUIPE AE, Agência Estado

10 de junho de 2012 | 20h25

"Em 7 de outubro não estaremos escolhendo entre dois homens. Escolheremos entre dois modos de vida. Em 7 de outubro, escolheremos entre o presente, que é estagnado, violento e sem oportunidades, e os que acreditam que o país possui um futuro de progresso para todos nós", disse.

Capriles, de aparência atlética e contrastante à de Chávez, abatido pelo tratamento de mais de um ano contra um câncer, estava vestido com as cores do time de futebol venezuelano e usava um boné com as cores da bandeira nacional. Sua plataforma eleitoral tem como foco o combate à violência, a criação de emprego e a ampliação dos programas sociais.

O registro de sua candidatura foi meramente uma formalidade, já que os opositores a Chávez já apoiaram Capriles como candidato nas primárias de fevereiro. Capriles deixou o cargo de governador do estado de Miranda no início do mês para cumprir as exigências a fim de candidatar-se à presidência.

Ontem, Chávez, de 57 anos, disse que se sentia "perfeitamente bem" após várias sessões de quimioterapia e radiação para tratamento de um câncer. O governo tem dado poucos detalhes sobre a saúde de Chávez, causando especulações sobre seu futuro político, na medida em que busca um terceiro mandato de seis anos. Ele deve registrar sua candidatura à presidência amanhã. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.