Opositor denuncia manobra chavista para manter poder

O opositor Hiram Gaviria denunciou ao jornal "El Universal" a intenção de Hugo Chávez - caso vença o referendo do dia 15 e ganhe o direito de se reeleger indefinidamente - de renunciar ao cargo para convocar novas eleições, das quais seria candidato, como fez em 2000. Ao mesmo tempo, segundo Gaviria, a Assembleia Nacional passaria o mandato presidencial de seis para dez anos, permitindo que Chávez governe até 2019, caso vença a nova eleição. "A fraude está desenhada. A história se repete, com a diferença de que a reeleição de 2000 foi com base na Constituição", disse Gaviria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.