Opositor diz que Chávez está em situação crítica

O ex-militar venezuelano Carlos Peñaloza - crítico do governo de Hugo Chávez - afirmou ontem no Twitter que o estado de saúde do presidente é "grave" e a junta médica que cuida dele em Cuba analisa retirar "um quarto do pâncreas" em um procedimento de urgência. "Os médicos falam em um máximo de 45 dias de vida." Ontem, o jornalista Nelson Bocaranda disse que Chávez teria confidenciado a Luiz Inácio Lula da Silva, à presidente argentina Cristina Kirchner e ao paraguaio Fernando Lugo que seu estado é grave.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.