Opositor é libertado de 2ª prisão em 24 horas

O opositor cubano Guillermo Fariñas foi libertado ontem de sua segunda prisão em menos de 24 horas. Depois de ter sido detido durante sete horas na quarta-feira, Fariñas foi novamente preso na tarde de quinta-feira na Praça da Revolução de Santa Clara quando se dirigia com uma dezena de opositores para um posto policial para conversar com outros presos. Fariñas, psicólogo e jornalista, fez uma greve de fome entre fevereiro e julho de 2010 para exigir a libertação de presos políticos doentes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.