Reuters
Reuters

Opositora venezuelana chega ao Brasil para falar no Senado sobre crise política

'Não nos calarão. Pelo contrário, com seus atropelos potencializam nossas vozes', diz Maria Corina

O Estado de S. Paulo,

02 de abril de 2014 | 11h51

BRASÍLIA - A deputada opositora venezuelana María Corina Machado chegou a Brasília nesta quarta-feira, 2. Ela participará de uma audiência na Comissão de Relações Exteriores do Senado sobre a crise política na Venezuela.

"Hoje falarei no Senado do Brasil. Não nos calarão. Pelo contrário, com seus atropelos potencializam nossas vozes", escreveu Maria Corina em sua conta no Twitter pouco após chegar ao País. " O regime cubano e o senhor Maduro devem saber que não podem esconder a verdade. O mundo reconhece que há uma ditadura repressora na Venezuela."

Segundo sua assessoria, a intenção da deputada, que foi cassada pela Assembleia Nacional controlada pelo chavismo, é expor a situação que vive a Venezuela.

Maria Corina chega ao Brasil um dia depois de liderar uma manifestação contra sua cassação. Ela foi impedida pela polícia de chegar à Assembleia Nacional.

Na segunda-feira, o Tribunal Supremo de Justiça confirmou a perda de mandato da parlamentar, por entender que ela descumpriu um artigo da Constituição venezuelana que proíbe funcionários públicos de aceitar cargos de governos estrangeiros.

No mês passado, o governo do Panamá tentou inscrevê-la como sua representante em uma sessão da Organização dos Estados Americanos (OEA) para driblar um veto da entidade a seu pronunciamento.  / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.