Opositores de Fox vencem eleições no México

Autoridades eleitorais no México anunciaram que o Partido Revolucionário Institucional (PRI) saiu vitorioso nas eleições parlamentares no país, realizadas no domingo. O partido recebeu 34% dos votos válidos, contra 30% conquistados pelo Partido da Ação Nacional (PAN), do presidente Vicente Fox. A votação foi marcada por um alto grau de abstenção: 59% dos eleitores mexicanos não compareceram às urnas. O resultado das urnas poderá tornar ainda mais difícil para o presidente Fox aprovar no Parlamento as reformas econômicas que tem planejado para o país. Ao ser eleito em julho de 2000, pondo fim à hegemonia de seis décadas do PRI, Fox prometeu a criação de um milhão de empregos por ano, além de um crescimento econômico anual de 7%. O pleito visava escolher 500 novos deputados da Câmara baixa do Parlamento, além dos governadores de seis dos 31 Estados mexicanos ? entre eles, o Estado de Guanajuato, do presidente Fox. O PAN já reconheceu sua derrota no Estado de Nuevo León e estava atrás na apuração em dois outros. Por outro lado, o partido do presidente chegou na frente nos Estados de San Luis Potosí e Queretaro. De acordo com o correspondente da BBC no México Nick Miles, a crise econômica nos Estados Unidos teve impacto negativo sobre os planos do presidente, e o eleitorado aparentemente culpou Fox e seu partido pelo mau desempenho econômico do país nos últimos anos. As informações são do site da BBC em português. Para ler o noticiário da BBC, que é parceira do estadao.com.br, clique aqui.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.