Opositores denunciam 109 mortes em 1 semana

Ao menos 109 pessoas tiveram a morte confirmada em uma ofensiva de uma semana conduzida pelas forças leais ao ditador sírio, Bashar Assad, em uma cidade nos arredores de Damasco dominada por rebeldes, de acordo com ativistas da oposição. Os insurgentes afirmam que até 400 pessoas podem ter morrido na ação. Muitos dos mortos eram civis, disseram os ativistas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.