Opositores derrotados deixam cargos

Dois governadores da oposição na Bolívia anunciaram ontem que deixarão o cargo, após serem derrotados no referendo revogatório de domingo, no qual o presidente Evo Morales teve seu mandato ratificado. Manfred Reyes Villa, governador de Cochabamba, oficializou sua saída e nomeou o secretário-geral, Johnny Ferrel, como seu substituto provisório. Na véspera, ele havia dito que contestaria o resultado e não deixaria o governo. "O secretário continuará o trabalho enquanto entro com as ações legais pertinentes", disse Reyes Villa. O governador de La Paz, o opositor José Luis Paredes, também aceitou sair e disse que deixará o cargo assim que o presidente designar um governador interino.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.