Opportunity, o jipe 2, manda postal colorido de Marte

O jipe Opportunity, da Nasa, mandou seu primeiro ?cartão-postal? de Marte, onde pousou no fim de semana, e os engenheiros preparam-se para limpar os arquivos do claudicante computador de bordo da nave espacial, para restaurar o contato com o jipe gêmeo.As fotos de Marte enviadas pelo robôOpportunity, da Nasa, são um tesouro para os geólogos, disse um dos líderes da missão ao planeta, JimBell, especialista em equipamento fotográfico. O Opportunity, que pousou em Marte na madrugada de domingonuma cratera pequena e rasa, começou o processo de tomar imagensde 360º usando uma câmara panorâmica, a "pancam". Algumas delas,tiradas na parte de trás do robô, são um verdadeirocartão-postal que mostra significativas formações rochosas. "Estamos vendo afloramentos. Para os geólogos, a possibilidadede ver essas rochas incríveis é um tesouro", comentou Bell. "Hámuito mais por vir e não poderíamos estar mais felizes, maisemocionados, com o que vimos nessa região inacreditável." Steve Squyres, o principal pesquisador da missão, disse que aequipe já estava tentando resolver qual será o próximo passo."Há grande número de alvos tentadores, crateras potenciais aondegostaríamos de ir depois que rastejarmos para fora da queestamos", afirmou. Grande parte da área de pouso do Opportunity aparece em cormais escura e atapetada de finos grãos vermelhos e solo cinzadesprovido de pedras e rochas em comparação com outras áreas doplaneta. Squyres disse que, apesar dos problemas com o outro robô, oSpirit, os dois aparelhos estão correspondendo às expectativas. Quanto ao Spirit, que na quarta-feira apresentou problemas decomunicação com as sondas Mars Express e Mars Odissey e a baseterrestre, a situação está sob controle, com os especialistasdiagnosticando e consertando os problemas. Não se sabe, porém,se o robô voltará a operar em capacidade plena. Os engenheiros ainda não determinaram qual é o problema com oSpirit, mas segundo Jennifer Trosper, responsável pelasoperações na superfície do planeta, a hipótese mais provável éde um "bug" no programa que controla os arquivos, o que impede atransmissão dos dados pelo robô.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.