Oração não é opcional, é questão de vida ou morte, diz papa

O papa Bento XVI afirmou neste domingo, 4, que, para um cristão, "a oração não é um acessório, uma coisa opcional, mas uma questão de vida ou morte".O pontífice fez tal afirmação durante a catequese anterior ao Ângelus dominical que, como é tradição, profere da sacada de seu apartamento aos peregrinos reunidos na Praça de São Pedro, no Vaticano."Cristo nos mostra que a verdadeira oração consiste propriamente em unir nossa vontade com a de Deus", disse o papa, que neste sábado encerrou o retiro espiritual que o manteve afastado de suas tarefas durante a semana.O pontífice explicou que "para um cristão, portanto, rezar não é se evadir da realidade e da responsabilidade que esta comporta, mas assumi-la até o final, confiando no amor fiel e inesgotável do senhor".Por todos esses motivos, "só quem reza, ou seja, quem se entrega a Deus com amor, pode entrar na vida eterna, que é Deus mesmo".Após essas palavras, Bento XVI convidou seus seguidores católicos para que durante este tempo de Quaresma peçam "a Maria, Mãe do Senhor encarnado e professora da vida espiritual", que lhes ensine "a rezar como fazia com seu filho".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.