Organismos internacionais preparam-se para ajudar Chile

Organizações de ajuda internacional estão se preparando para enviar pessoas e suprimentos para o Chile, onde um terremoto de 8,8 graus atingiu o país na madrugada de sábado. Os grupos disseram que estão esperando pelo pedido de ajuda do governo chileno, que declarou estado de emergência, mas não ainda pediu ajuda formal. As autoridades chilenas estimam que 214 pessoas morreram nos tremores que atingiram o país na madrugada deste sábado.

AE-AP, Agencia Estado

27 de fevereiro de 2010 | 20h35

Embora o abalo no Chile tenha sido maior do que o que devastou o Haiti em janeiro, o Chile é de longe uma nação muito mais próspera e, de acordo com as organizações de ajuda, muito mais preparado para responder rápido a este tipo de acidente.

Enquanto esperam por um aceno do governo chileno, grupos como Médicos sem Fronteiras e Save the Children enviaram especialistas em desastres para avaliarem a extensão dos danos ocorridos no Chile. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Chileterremotoajuda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.