AFP PHOTO / ALFREDO ESTRELLA
AFP PHOTO / ALFREDO ESTRELLA

Organizador da visita de Trump ao México é nomeado chanceler

Missão do novo ministro, segundo o presidente, será 'acelerar o diálogo e os contatos' para que, desde o primeiro dia da nova administração 'possam ser estabelecidas as bases de uma relação construtiva de trabalho'

O Estado de S. Paulo

04 Janeiro 2017 | 21h16

O economista Luis Videgaray, que em agosto organizou a polêmica visita do candidato republicano Donald Trump ao México, foi nomeado secretário das Relações Exteriores pelo presidente Enrique Peña Nieto, nesta quarta-feira, 4, após deixar a Secretaria da Fazenda em setembro passado sob fortes críticas. Videgaray, de 48 anos, substitui Claudia Ruiz Massieu na Chancelaria.

Claudia ocupava o cargo desde agosto de 2015 e foi, segundo fontes diplomáticas, uma forte crítica e opositora à visita do presidente americano eleito ao México em 31 de agosto. "A partir de hoje, Luis Videgaray assume a titularidade da Secretaria de Relações Exteriores", anunciou Peña Nieto em mensagem à imprensa, acompanhado de Videgaray e Claudia.

Diante da mudança de governo nos Estados Unidos em 20 de janeiro, "a instrução do secretário Videgaray é acelerar o diálogo e os contatos para que, desde o primeiro dia da nova administração, possam ser estabelecidas as bases de uma relação construtiva de trabalho".

De acordo com o presidente, a prioridade é fortalecer os vínculos bilaterais em segurança, comércio e migração, mas sempre "promovendo os interesses do México e sem prejuízo de nossa soberania e da dignidade dos mexicanos".

Foi a primeira vez que um representante de governo mexicano recebeu um candidato presidencial americano. Até então, a tradição era marcada por encontros na Casa Branca após a posse do presidente eleito e, em geral, nos Estados Unidos. / AFP 

 

Mais conteúdo sobre:
MéxicoEnrique Peña Nieto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.