Orkut revela que brasileira vendeu foto com príncipe William

Recados deixados na página do Orkut de uma amiga da brasileira Ana Laíse Ferreira mostram que a pernambucana de 18 anos vendeu para o The Sun a foto publicada na capa do jornal inglês nesta terça-feira, na qual o príncipe Willian é flagrado "apalpando" os seios da estudante. Ana Laíse encontrou William na casa noturna Elements, em Bournemouth e, acompanhada de uma amiga, que é identificada nos scraps no Orkut como Cecília, pediu para tirar uma foto com o príncipe. A data na imagem é da noite do dia 22 de março de 2007.A outra amiga identificada apenas JaaDinHaa.OhaNa, em um recado postado na manhã de 26 de março, Ana Laíse diz que vendeu a foto para o Sun que, segundo ela, "é o mais famoso daqui" (Reino Unido), e que teria recebido "mó grana" pela venda.No texto original da mensagem, ela escreveu: Orkut/reprodução Recado de Ana revela venda da fotoO Sun, um dos mais polêmicos tablóides britânicos, diz em seu site que uma reportagem de capa do jornal pode valer "milhares de libras". Atualmente, uma libra esterlina vale R$ 4,05.Ao jornal, com fama de sensacionalista, a estudante de relações internacionais diz: "Eu estava um pouco bêbada, mas senti alguma coisa roçando nos meus seios. Eu pensei que não poderia ser o futuro rei, mas agora que vi a foto não me surpreende que ele tivesse um sorriso nos lábios".?Ele tem grandes mãos másculas e certamente sabe o que fazer com elas", acrescenta ela.William, de 24 anos, é filho do príncipe Charles e da princesa Diana, que morreu em 1997. Ele é o segundo na linha de sucessão ao trono do Reino Unido e namora a britânica Kate Middleton.Injúrias e provocaçõesApós a reprodução da foto por sites brasileiros, Ana Laíse começou a receber milhares de mensagens do Orkut. A maioria dos homens pede para que a estudante os deixe fazer o que o príncipe Willian fez, a convida para sair ou faz propostas.As mulheres, no entanto, a condenam pela divulgação da foto, utilizando palavrões e chamando-a de "piranha" por estar "estragando a popularidade do Brasil"."Pode ganhar a grana dela sem ter q levar o nome do Brasil q já é tão mal visto" (sic), diz em comentário a paulista Cláudia.As amigas inglesas tentam defendê-la nos comentários, provocando os homens e dizendo que ela está na Inglaterra para estudar e "ganhar a grana". "D" é uma das mais assíduas da página da amiga e, em recado, condena o moralismo das pessoas que a condenam pela foto.Privacidade As conversas com amigos mostram que a estudante não se preocupou, antes da divulgação da foto, com a repercussão que ela teria. Contudo, depois que a foto foi exposta no mundo inteiro, Ana Laíse começou a apagar recados deixados para a irmã e para amigos nos quais tratava do encontro com Willian e da foto.A jovem também pediu a amigos próximos que não respondam e-mails de outras pessoas sobre ela. Em 24 de março, a jovem revelou a história pela primeira vez à sua irmã, Diana Herculano. No Orkut, Ana pede que Diana não mande para ninguém a foto, pois "tenho que legalizá-la, confirmando que fui eu e a Cecília que tirou" (sic). "Pois e minah fia hehehehehe FTO COM O PRINCIPE WILLIANS kkkk se tu veh a foto ele boto a mao no mu peito" (sic), diz a estudante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.