Os crimes de Fujimori

Massacre em Barrios Altos - Em novembro de 1991, o esquadrão da morte Colina matou 15 pessoas em uma festa no centro de Lima, entre eles uma criança de 8 anos, sob acusação de que o grupo arrecadava dinheiro para a guerrilha Sendero LuminosoMassacre de La Cantuta - Em julho de 1992, o grupo Colina invadiu a Universidade La Cantuta, que estava sob intervenção militar. Na ação, homens armados sequestraram, executaram e esconderam os corpos de nove estudantes e de um professorDetenções ilegais - O Exército peruano sequestrou duas pessoas, em 1992: o jornalista Gustavo Gorriti e o empresário Samuel Dyer Ampudia Outras acusações - Fujimori ainda foi acusado de subornar deputados de oposição, destruir provas criminais, comprar o apoio de meios de comunicação peruanos e realizar escutas ilegais de conversas de políticos, jornalistas e empresários, além de desviar US$ 15 milhões para premiar seu braço direito, Vladimiro Montesinos

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.