Osama bin Laden pode ter financiado atentado em Bali

Segundo documento confidencial dainteligência americana, ao qual o jornal The Sunday Times teveacesso, o terrorista saudita Osama bin Laden teria financiado acompra de 3 toneladas de explosivos usados no atentado do dia 12em Bali, na Indonésia, que causou a morte de quase 200 pessoas.O jornal britânico diz que US$ 74 mil foram transferidos de umaconta em nome de Abu Abdullah Emirati - um dos nomes falsosusados por Bin Laden - para pagar os explosivos, comprados demilitares indonésios. A revelação reforçaria a tese de que o atentado foiparte de uma operação coordenada de ataques contra objetivosocidentais ao redor do mundo, e não uma simples ação de gruposradicais locais. O documento de inteligência detalha o depoimento de OmarFaruq, descrito como o representante de Bin Laden no SudesteAsiático. Faruk descreveu uma série de planos para mataramericanos e israelenses, entre eles treinar atiradores paraassassiná-los em hotéis da Indonésia. Este plano foi abandonadoporque teria "impacto mínimo." Sites de internet americanos, entre os quais o WorldTribune.com, afirmaram hoje que as autoridades dos EUA tinhamidentificado as fontes de financiamento da rede Al-Qaeda, de BinLaden. A organização seria financiada por apenas 12 indivíduos -sauditas, na maioria. Ao mesmo tempo, a revista Time informou hoje que dezenasde militantes da Al-Qaeda fugiram do Afeganistão para Bangladeshno ano passado. Mas o governo bengali desmentiu a afirmação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.