Otan confirma 27 talebans e dois soldados mortos no Afeganistão

Ofensiva da força aliada contra reduto dos talebans começou na sexta-feira e envolve cerca de 15 mil soldados

EFE,

14 de fevereiro de 2010 | 08h20

Pelo menos 27 talebans e dois soldados da força internacional morreram desde o início do grande assalto militar da Otan sobre um reduto rebelde da província de Helmand, no sul do Afeganistão, informou neste domingo, 14, à agência Efe uma fonte oficial.

 

Veja também:

link Ofensiva da Otan deixa 20 talebans mortos no Afeganistão

link Saiba mais sobre a Operação Moshtarak

 

O porta-voz do governador de Helmand, Dawoud Ahmadi, explicou em declarações por telefone que as forças internacionais e afegãs encontraram até agora 2.500 quilos de explosivos na ofensiva sobre a localidade de Marjah, que tem cerca de 80 mil habitantes e onde se escondem centenas de insurgentes.

 

Ahmadi detalhou que desde a madrugada da sexta-feira, 12, quando cerca de 15 mil soldados da força aliada iniciaram a operação, morreram 27 talebans e dois soldados estrangeiros. Não foram divulgadas as nacionalidades e as circunstâncias das mortes.

 

O Ministério britânico de Defesa confirmou neste sábado, 13, a morte de um de seus soldados em Nad Ali, distrito próximo a Marjah e importante núcleo da insurgência taleban.

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistaoOtantalibas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.