Otan defende cooperação com UE contra pressão russa

O secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), Anders Fogh Rasmussen, disse que a aliança e a União Europeia (UE) precisam aumentar a cooperação por causa da incerteza sobre o que a Rússia pode fazer na sequência.

AE, Agência Estado

15 de abril de 2014 | 11h41

Rasmussen foi a Luxemburgo na terça-feira para informar ministros da Defesa da UE sobre o que a Otan está fazendo para combater o que os países ocidentais chamam de campanha russa de pressão e intimidação contra a Ucrânia. O secretário-geral disse que a Otan planeja uma resposta tripla: "planos de defesa reforçados, exercícios avançados e preparação adequada de forças militares" para tranquilizar membros da Otan próximos da Rússia.

Perguntado se a Otan cederia bases militares a seus Estados-membros do Leste Europeu, Rasmussen disse que era muito cedo para entrar em detalhes. "Mas ninguém dúvida da nossa determinação de assegurar proteção de defesa eficaz a todos os aliados. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
OtanuecooperaçãorússiaRasmussen

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.