Otan diz que destruiu radar civil em aeroporto na Líbia

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) destruiu as antenas de um radar no Aeroporto Internacional de Trípoli, na Líbia, que estavam sendo usadas pelo líder Muamar Kadafi para propósitos militares.

AE, Agência Estado

18 de julho de 2011 | 13h57

Um porta-voz da Otan disse em comunicado divulgado hoje que o radar do controle de tráfego aéreo civil estava rastreando jatos da aliança militar e que as informações estavam sendo usadas para coordenar o sistema de alerta da defesa aérea.

A Otan, que tem bombardeado dezenas de radares militares em quatro meses de guerra, disse que a zona de exclusão aérea sobre a Líbia torna desnecessário o uso da radares para propósitos civis.

Por causa de limitações técnicas, é difícil converter radares civis para que desempenhem tarefas de radares militares. Mas um radar civil pode ser usado para monitorar o espaço e fornecer informações gerais sobre a velocidade e a altitude de invasores. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
LíbiaataquesOtanradaraeroporto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.