Otan diz que pode concluir missão na Líbia em 3 meses

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) pode cumprir sua missão na Líbia nos próximos três meses, afirmou nesta quinta-feira o comandante da operação militar da aliança no país, general Charles Bouchard.

AE, Agência Estado

22 Setembro 2011 | 09h03

Na quarta-feira, os aliados da Otan ampliaram a campanha aérea na Líbia em mais 90 dias. "Estou bastante confiante de que podemos concluir a missão dentro desse cronograma", disse Bouchard.

Forças leais a Muamar Kadafi mantêm a resistência em algumas áreas do país. Na quarta-feira, o secretário-geral da Otan, Anders Fogh Rasmussen, disse que os aviões de combate da aliança continuariam atuando enquanto os civis estivessem ameaçados, porém a missão estará sob constante revisão e poderia ser encerrada "a qualquer momento".

"Nós estamos determinados a continuar nossa missão pelo tempo necessário, mas prontos para encerrá-la assim que possível", disse Rasmussen ao pedir a ampliação da missão, que já dura seis meses. Qualquer decisão de encerrar os ataques aéreos será tomada em coordenação com as Nações Unidas e com as novas autoridades do país do norte da África, segundo o secretário-geral da Otan. O atual mandato, de 90 dias, expiraria em 27 de setembro caso não tivesse sido ampliado. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
Otan Líbia

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.