Otan espera que governo afegão retome cidade de Musa Qala

A cidade afegã de Musa Qala continua sob controle da milícia fundamentalista islâmica Taleban, após quase uma semana. Mas segundo um porta-voz da Otan em Cabul, o comando da organização alimenta a esperança de que o governo do Afeganistão em breve conseguirá voltar a impor sua autoridade.Mais de 200 pessoas já fugiram de Musa Qala, no sul do Afeganistão, depois de a cidade ter sido tomada na semana passada, disse o coronel Tom Collins, um porta-voz do comando militar da Otan.Os rebeldes talebans - cujo líder perdeu a vida num bombardeio da Otan no domingo - ocupam o centro de Musa Qala, mas não estão reforçando sua presença na cidade, disse Collins.A cidade esteve calma por quatro meses. Em outubro do ano passado, um acordo de paz entre anciões tribais e o governo da província de Helmand determinou que soldados afegãos e da Otan e milicianos do Taleban não poderiam ficar mais próximos do que cinco quilômetros do centro da cidade.Na última quinta-feira, um grupo de pouco mais de 200 talebans entrou na cidade desarmou a polícia local e deteve os anciões por um breve período.Collins disse que os soldados da Otan estão prontos para ajudar o governo a retomar o controle da cidade, mas disse que "não é preciso ter pressa para agir".Enquanto isso, duas explosões na província de Kandahar, também no sul do país, provocaram a morte de cinco pessoas, informaram autoridades locais nesta quarta-feira.No leste do país, forças da Otan capturaram dois supostos integrantes da rede extremista Al-Qaeda numa ação realizada nas primeiras horas da manhã de hoje.Os soldados estrangeiros detiveram mais dois homens com o objetivo de determinar se eles têm alguma conexão com a Al-Qaeda. A ação ocorreu em Hakimabad, na província de Nangarhar. Segundo um porta-voz da polícia local, uma pessoa morreu na operação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.