Otan lança navios detectores de minas no Mar Báltico

Iniciativa integra esforços da aliança para fortalecer presença no Leste Europeu e tranquilizar contra a pressão da Rússia

O Estado de S. Paulo

22 de abril de 2014 | 11h00

KIEL, ALEMANHA - Cinco navios detectores de minas da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) partiram nesta terça-feira, 22, em uma missão no mar Báltico, em uma iniciativa que integra os esforços da aliança para fortalecer sua presença no leste da Europa e tranquilizar países-membros contra a pressão da Rússia na região.

Os navios - um caça-minas e outro de apoio da Noruega, além de três caça-minas da Holanda, Bélgica e Estônia - deixaram o porto alemão de Kiel para um exercício que continuará sob o comando norueguês até o fim de maio. A Alemanha, então, assumirá o comando da missão. Os navios irão visitar vários portos do Mar Báltico e participar em operações previamente agendadas.

O comodoro Arian Minderhoud, vice-chefe de pessoal para as operações do Comando Marítimo Aliado, afirmou que o exercício "faz parte de todo o pacote de ações (...) para mostrar a determinação da Otan, para mostrar a preparação da Otan".

A Otan disse na semana passada que fortaleceria a sua presença militar no Leste Europeu.

Durante uma visita na terça-feira à capital da República Checa, Praga, o ministro das Relações Exteriores do Canadá, John Baird, ressaltou o apoio de seu país aos membros da aliança no Leste Europeu. "Nós vamos ficar com vocês diante de uma possível agressão", disse John Baird depois de conhecer o seu colega checo.

Na semana passada, o Canadá anunciou que contribuirá com seis jatos CF-18 para uma missão de policiamento aéreo da Otan na Polônia. "Nós faremos outros anúncios de projetos específicos nos próximos dias", disse Baird. /AP

Tudo o que sabemos sobre:
Otannaviosminasmar báltico

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.